Lua_ +
  _Revista Geral Jeito e Talento       _Revista Geral Jeito e Talento                  
                 
 
DICAS JEITO E TALENTO
  INFANTIS
INFANTIS
 
CRIANÇAS, INFANTIS, MÚSICAS, APRENDIZAGEM, BRINQUEDOS, BRINCADEIRAS

menu dicas É HORA DE SAIR DAS FRALDAS!BRINQUEDOS PARA CADA IDADEBRINCADEIRAS INFANTIS POR IDADECOMO EMPINAR PIPASCOMO CUIDAR DOS BRINQUEDOSCOMO FAZER UMA PIPACOMO AJUDAR A DESENVOLVER A AUDIÇÃO INFANTILQUANDO AS CRIANÇAS QUEREM DORMIR COM OS PAISDICAS PARA PREVENIR VERME EM CRIANÇASCÓLICAS INFANTISDICAS PARA CRIANÇAS QUE VÃO À ESCOLA A PÉHIPERATIVIDADESTRESS INFANTILPINTURA A DEDOCOMO CUIDAR DOS OLHOSCOMO CUIDAR DE UMA CRIANÇA BIRRENTACOMO GUARDAR OS BRINQUEDOSCOMO FAZER MASSSINHA DE MODELAR EM CASAMOVIMENTE-SE, MAS TENHA CUIDADO!DICAS DE MATERIAL PARA PINTURA INFANTILDESENVOLVENDO O HÁBITO DA LEITURA INFANTILCONVERSA DE ADULTO PERTO DE CRIANÇA

RELACIONADOS: CURIOSIDADES RECEITAS FOTOS
 
 
05 - STRESS INFANTIL _Dicas JT_como fazer, como resolver _Piadas JT_sorria para vida, anedotas, o que é, o que é, adivinhas
 

 

"Criança não nasce estressada, ou agitada, ou malcriada, ela aprende tudo isso, com seus tutores, sejam eles pais biológicos ou secundários, que são seus primeiros e mais importantes educadores, seus primeiros instrutores.

Imagine que, na fase mais importante de suas vidas, que são seus primeiros anos de condicionamento mental, quando tomam conhecimento das principais fraquezas ou virtudes dos outros, quando através da identificação, da imitação, irão ou não adotar para si tais comportamentos, na maioria das vezes, as deixamos aos cuidados de qualquer um.

E estes primeiros instrutores, que até podem ser seus pais, ou computadores, ou televisores, colocarão dentro da mente de cada uma dessas crianças, suas manias, fraquezas, suas preferências, conflitos, e talvez, virtudes. E tudo isso servirá de base, lastro para a construção de suas personalidades, seu modo peculiar de ver e viver o mundo.

Seus desejos, a raiz da maioria das frustrações humanas, também serão plantados nesse período. Ao se identificar com um personagem, que pode ser uma babá, um ídolo da moda, um educador, e tantos outros, a criança também se identifica com tudo que esteja relacionado com aquela pessoa. Isso inclui suas opiniões, seus gostos pessoais, suas crenças, seus ideais e assim por diante.

Se como adultos, já experientes, ainda julgamos os indivíduos pelas aparências, qual a reação que devemos esperar de crianças inocentes? A lógica é simples, elas se identificam com alguma coisa, porque nessa coisa, que podem ser objetos ou pessoas, buscam segurança psicológica, a sensação de que estão protegidas.

Uma criança nasce livre. Livre de crenças, de obrigações, sejam tarefas simples ou complexas. Não há vontade em suas pequenas mentes, estas, as suas vontades, nós lhes ensinaremos. Nos as ensinaremos a falar, a desejar, a preferir, a ficarem frustradas quando não conseguem obter aquilo que dizemos ser coisas importantes para elas. A importância das coisas, assim como suas reações diante de fracassos e sucessos, isso também lhes ensinamos.

O mundo não ensina a ninguém. O mundo não tem língua, nem é capaz de falar, muito menos de cuidar de uma criança. Isso é nosso papel, dos adultos, sejam pais, educadores ou qualquer outro. Como adultos, ensinamos a estas crianças como funciona nosso mundo, que logo será o mundo delas, que no futuro o será dos filhos destas, num ciclo infinito, aparentemente incapaz de ser contido, ou modificado.

Uma criança não nasce com raiva de alguma coisa, ou de alguém. Se como animal ela possui instintivamente, em si, a semente da violência, o modo como irá empregar essa violência em seus relacionamentos, este, fica por conta dos instrutores do mundo, ou seja, nós. Violência faz parte do instinto animal, serve como alicerce para a autopreservação. Faz parte do nosso medo primário, que é prudência diante dos perigos conhecidos.

Diante de um abismo, sabemos das conseqüências de uma queda, isso não é medo, é prudência, é inteligência. Ao cairmos desse mesmo abismo, segurar em suas bordas com todas as nossas forças, isso é colocar para fora todo nosso instinto animal de sobrevivência, e estaremos dispostos a tudo para lograrmos êxito. Aqui não se pensa, apenas se age, mesmo que nossos dedos sangrem, e mesmo a dor é ignorada. Isso é violência, é o despertar da força de sobrevivência interior, ou como diziam os antigos, o despertar do instinto primário.

A raiva é coisa dirigida, consciente, sabemos exatamente porque estamos com ela. É uma deformação do estado de violência primária, uma má aplicação causada pela falta de compreensão que temos desse estado natural. Ficamosinsatisfeitos com qualquer coisa, e naturalmente, logo desejamos nos livrar da causa ou causador. Assim nos foi ensinado, assim, de forma incondicional, também instruiremos aos nossos descendentes.

Ensinar as crianças que o perder faz parte do seu aprendizado diante da vida, que na verdade não se perde, só o podemos fazê-lo, se nós mesmos já compreendemos bem essa coisa. Como podemos ganhar alguma coisa se ainda não sabemos o que é perder? Imagine um mundo onde todos ganham; como saberão que são vencedores se não houvessem os perdedores, aqueles que precisam perder ao menos uma vez, para então aprenderem o que significa uma vitória?

Podemos ensinar isso às nossas crianças, o fato de que nada se perde, que o erro é imprescindível ao aprendizado. Como podemos ensinar o que é acerto se não tivermos um erro como referência? Decerto não podemos. Isso precisa ser compreendido, e explicado de uma forma clara, de modo que possam entender. Assim não mais temerão os erros, e cuidarão, naturalmente para que nunca se repitam. Usarão os mesmos como guias para seus acertos, sem frustrações, sem ressentimentos, sem raiva, sem ansiedades desnecessárias."

Jon Talber

www.dicas.jeitoetalento.com.br



+
Revista Jeito e Talento - Turismo e Lazer

_Enigmas JT

 
  Revista Jeito e Talento - Portal IMAGENS INFANTIS_fotos JT
 
  POR QUE OS OLHOS DOS BÊBES SÃO TÃO GRANDES?_curiosidades JT
Especial Jeito e Talento - Casamentos  
  ...Vizioli Imóveis = compra, venda, administração e locação = Vizioli Imóveis...
 
 
06 - CÓLICAS INFANTIS _Loja do Sidney_calçados, enxovais, confecções em geral _Jogos Mais JT_os jogos mais divertidos
  "a) Se estiver alimentando a criança a mamadeira, verifique se o orifício do bico tem o tamanho conveniente e se segura a mamadeira com a inclinação correta, de modo que o bico esteja sempre cheio de leite;

b) Se começou há pouco tempo a dar comida sólida ao seu bebê, pare de fazê-lo, pois a criança pode estar reagindo aos alimentos ou ao leite;

c) Um bom número de bebês são alérgicos ao leite de vaca e se dão melhor com o leite de soja;

d) Tente embalar suavemente o bebê nos seus braços, esfregando-lhe as costas ou colocando-lhe um pano quente no abdômen.

As cólicas em si não são graves, mas se o problema insistir, consulte imediatamente um médico e se forem acompanhada por outros sintomas, como vômitos, diarréia ou sangue nas fezes, ou se as cólicas forem tão fortes e persistentes que estejam esgotando as forças da criança ou da mãe.

As cólicas tanto podem ocorrer nos bebês que são alimentados no peito como nos alimentados com mamadeira, em muitos casos imediatamente após a refeição."


+
Revista Jeito e Talento - Turismo e Lazer

_Grife JT

 
  Revista Jeito e Talento - Turismo e Lazer ZOOLÓGICO DE SÃO PAULO/SP_fotografando JT
 
  PALAVRAS-CRUZADAS DE CONTOS DE FADAS_passatempos JT
Especial Jeito e Talento - Futebol  
  ...Fotos Mais JT_as mais belas fotos selecionadas...
 
 
07 - COMO CUIDAR DE UMA CRIANÇA BIRRENTA _Eletroserv_material e instalações elétricas em geral, alarmes e antenas _Enigmas JT_treine seu raciocínio
 

 

" Definição

A birra é uma fase normal, pela qual passam a maioria das crianças entre os 18 meses e 3 anos de idade. Começa quando as crianças descobrem que têm o poder de se negar a responder às solicitações de outras pessoas e em geral, são mais obstinadas do que cooperativas. Elas se comprazem em recusar uma sugestão, não importa se para vestir-se ou despir-se, tomar um banho ou sair da banheira, deitar-se ou levantar-se da cama.

Como tratar uma criança nesta fase?

Considere as seguintes recomendações que podem proporcionar ajuda a você e a seu filho durante esta etapa.

1. Não se ofenda por esta fase normal.
Quando seu filho diz "não" ele quer dizer "Tenho que fazer isto?" ou "Você está falando sério"? Esta resposta não deve ser confundida com falta de respeito. Esta fase é importante para a autodeterminação e identidade da criança. Veja-a com senso de humor.

2. Não castigue seu filho por ele dizer "não".
Castigue seu filho pelo que ele faz e não pelo que ele fala. Como você não pode eliminar o "Não", ignore-o. Se você discutir com seu filho por ele dizer "não", prolongará este comportamento.

3. Dê a seu filho outras opções.
Esta é a melhor maneira de fazer com que seu filho sinta que tem mais liberdade e controle, e isto por sua vez fará com que ele esteja mais disposto a cooperar. Alguns exemplos de opções são deixar que seu filho escolha entre um banho de chuveiro ou de banheira; qual livro ele quer ler; quais brinquedos levará para a banheira; que fruta comerá no lanche; que roupa ou sapatos vai colocar; que cereal comerá no desjejum; de que brincará, dentro ou fora de casa, no parque ou no quintal; e assim sucessivamente. Para as tarefas que não agradem a seu filho, deixe que ele tenha opinião a respeito, perguntando a ele "Quer fazer isso depressa ou devagar?" ou "Quer fazer isto, ou quer que eu faça?" Quanto mais rápido seu filho tiver a impressão de que é ele quem toma as decisões, mais rápido ele passará por esta fase.

4. Não dê a seu filho uma opção quando não houver nenhuma opção
As regras de segurança, tais como sentar no assento de segurança do automóvel, não estão sujeitas a discussão, ainda que você possa explicar o motivo pelo qual se deve obedecer a esta regra. Deitar-se à noite ou ir à escola também não são negociáveis. Não faça uma pergunta quando só existe uma resposta aceitável, mas guie seu filho de forma tão amável quanto possível (por exemplo, "Sinto muito, mas agora é hora de dormir") As ordens como "Faça isto ou você vai ver" devem ser evitadas.

5.Proporcione tempo de transição para a mudança de atividades.
Se seu filho estiver se divertindo e deve mudar para outra atividade, provavelmente será necessário tempo de transição. Por exemplo, se seu filho está brincando com os carrinhos quando está quase na hora do jantar, avise-o 5 minutos antes. Algumas vezes, um relógio de cozinha é útil para que uma criança aceite a alteração.

6.Elimine as regras excessivas.
Quanto mais regras houverem, menos provável é que seu filho se conforme em obedecê-las. Elimine as expectativas desnecessárias e as discussões a respeito se ele colocará meias ou se comerá tudo o que tem em seu prato. Ajude seu filho a se sentir menos controlado tendo diariamente mais interações positivas do que contatos negativos.

7.Evite responder aos pedidos de seu filho com um número excessivo de negativas.
Seja um modelo de afabilidade para seu filho. Quando seu filho lhe pede algo e você não está segura quanto ao pedido, diga "Sim" ou adie a decisão dizendo "Vou pensar". Se vai conceder o pedido, faça-o imediatamente, antes que seu filho comece a resmungar ou suplicar. Quando for necessário dizer "não" diga a ele que lamenta e dê um motivo.

Procure médico para uma consulta de rotina se:
Você ou o seu cônjuge não puderem aceitar a necessidade que seu filho tem de dizer "não".

- Você ou seu cônjuge tiverem dificuldade para controlar suas irritações.
- Seu filho tiver vários outros problemas de disciplina.
- Estas orientações não produzirem uma melhora durante o primeiro mês.
- Tiver outras perguntas ou preocupações."

www.dicas.jeitoetalento.com.br



+
Revista Jeito e Talento - Ensino - Cultura - Arte

_Enigmas JT

 
  Revista Jeito e Talento - Eventos e Festas ZOOLÓGICO DE SÃO PAULO/SP_fotografando JT
 
  DECORAÇÕES DE NATAL URBANAS 2012_fotografando JT
Especial Jeito e Talento - Futebol  
  ...CSC Vasos = cerâmica artística e vasos ornamentais = CSC Vasos...
 
 
08 - DICAS PARA CRIANÇAS QUE VÃO À ESCOLA A PÉ _Loja do Sidney_calçados, enxovais, confecções em geral _Tendas Global_tendas, palcos, locação
 

Para as crianças que vão à escola a pé, vale algumas lembranças:

Se puder, acompanhe seu filho até os 10 anos de idade;
Faça e refaça o caminho várias vezes com a criança;
Opte sempre pelos caminhos mais seguros que às vezes não são os mais curtos;
Procure as calçadas, as faixas de sinalização e semáforos para pedestres;
Ensine a criança a olhar várias vezes para os dois lados antes de atravessar a rua e não ficar em pontos cegos como atrás do ônibus, de caçambas, carros e árvores;
Usar sempre o lema do ver e ser visto, a criança deve fazer contato visual com o motorista antes de atravessa a rua.

FONTE: crinça segura


1- Não esfregue os olhos, sobretudo se estiver com as mãos sujas.


2- Corte ou prenda o cabelo para não deixá-lo cair sobre os olhos


3- Nunca olhe para o sol diretamente, mesmo usando óculos escuros


4- Leia e escreva em lugares com boa iluminação

5- Consulte o oftalmologista uma vez por ano.


6- Nunca sente muito perto da televisão

"
Criança gosta de brincar, correr, pular corda, jogar bola, andar de bicicleta, patins ou skate. Mas deve ter alguns cuidados para evitar acidentes.



+
Revista Jeito e Talento - Ensino - Cultura - Arte

_Frases|frases jeito e talento

 
  Revista Jeito e Talento - Ensino - Cultura - Arte CRESCIMENTO DE UM RN_curiosidades JT
 
  COMO SURGIRAM OS BRINQUEDOS_curiosidades JT
Especial Jeito e Talento - Casamentos  
  ...Receitas JT_faça você mesmo e saboreie...
 
DICAS INFANTIS DE MODO GERAL
     
Recomende: facebook | twitter | orkut | msn (contato@jeitoetalento.com)
 
 
 
DICAS (JT)

DICAS (JT)
 
    ANTERIORES - PRÓX. DICAS    
  PÁGINAS << 01 ... 02 03 04 ... 06 >> MENU  
VEJA TAMBÉM...

menu dicas SEGURANÇA PATRIMONIAL RURALCOMBATE AOS CARRAPATOS BOVINOSCOMO PODAR UMA ÁRVORECOMO PLANTAR COCOCOMO PRODUZIR MAIS COCOCOMO EVITAR A FEBRE AFTOSACOMO MELHORAR A PRODUÇÃO DO LEITE DA VACACOMO CRIAR O BICHO DA SEDA

_anuncie_ __________ PORTAL __________ _anuncie_
_Tendas Global_tendas, palcos, locação _Portal Jeito e Talento_variedades _Guardião - Segurança Eletrônica GRIFE JEITO E TALENTO _Frases JT _Sartori Informática_micros-cursos-internet à rádio _Anuncie Aqui!

Painel Jeito e Talento Painel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e TalentoPainel Jeito e Talento

(www.fotosmais.jeitoetalento.com)
(JT) (www.piadas.jeitoetalento.com)